ti-enxame.com

Múltiplas páginas do site não podem ser acessadas pelas implicações de SEO da navegação no site principal?

Eu administro um site que tem algumas páginas acessíveis pela navegação principal do site. Em seguida, existem mais de 50 páginas de "estado" que são acessíveis a um usuário se ele clicar em um estado específico em um mapa flash em nossa página inicial.

Quais são as implicações de SEO de configurar o site para que uma parte significativa das páginas não seja acessível através da navegação principal do site? Eu sei que o Google indexou essas páginas de "estado" anteriormente, pois elas aparecerão ocasionalmente em rankings orgânicos. Mas eles teriam uma classificação significativamente melhor se organizássemos o site de maneira diferente?

2
Kelli Davis

Em geral, é melhor ter links de texto comuns para essas páginas em algum lugar do site, se não for por SEO, por razões de acessibilidade. Uma parte dos usuários não terá o Flash ou o desativará pelo FlashBlock etc.

Para um site que completei recentemente, fizemos algo semelhante com um mapa do Reino Unido. Coloquei links para as cidades (apenas cinco no momento) embaixo do mapa Flash. Para mais de 50 links, eu recomendo:

  1. Criando uma página separada com os links e, em seguida, vinculando a ela com um pequeno link ao lado do mapa do Flash.
  2. Adicionando os links dentro a tag <object>, pois os navegadores mostrarão isso como conteúdo alternativo e acredito que os mecanismos de pesquisa lerão esse conteúdo.
5
DisgruntledGoat

primeiro, a idéia do @ DigruntledGoat de usar a tag <object> também é fantástica, pois permite que usuários que não possuem flash, como usuários de iPhone/iPad, tenham acesso fácil a essas páginas.

A implicação de incluir apenas esses links no Flash é que essas páginas não serão indexadas pelo Google. Portanto, o Google não saberá que eles existem.

Colocar as páginas no seu sitemap.xml é um bom começo. Também os adicionaria à sua página de Mapa do site, para que o Google os encontre dessa maneira.

1
Ben Hoffman

Você pode tentar a sorte com a tag <link> e uma mapa do site .

Para a tag <link>, você pode tentar:

<link charset="utf-8"
      href="/somewhere"
      media="all"
      rel="subsection"
      rev="glossary"
      target="_top"
      type="text/html" />

A conclusão é que o efeito será específico do site e apenas tentativas e erros determinarão se é uma boa ideia para o seu site ou não. As tags <link> podem se tornar mais aceitáveis ​​para os mecanismos de pesquisa no futuro, ou seja, foram necessários até 2009 para um anúncio público do Google, Microsoft e Yahoo! em canônico.

Convém revisar o uso do Flash para um mapa e ver Google Charts que, com algum JavaScript inteligente, pode transformar uma lista de locais vinculados em um gráfico sob demanda. Se você adicionar a detecção de Flash à mistura, poderá atender ao JavaScript desabilitado, o Flash desabilitado e o Flash enriquecido ao mesmo tempo. Independentemente de você usar as tags <link> ou não. Duvido que qualquer mecanismo de pesquisa possa perder esse lote.

0
Metalshark