ti-enxame.com

Posso iniciar um programa gráfico na área de trabalho de outro usuário como root?

A seguir estão outras perguntas que acho que preciso saber:

  • De uma sessão não X? (o que significa que o root não está logado no X)

  • Se várias pessoas estivessem logadas no X, eu poderia detectar automaticamente quem estava em qual tela e, assim, detectar programaticamente em qual tela preciso iniciar o aplicativo?

  • Posso iniciar o aplicativo como usuário? (ok, tenho 99,999% de certeza de que isso é um sim)

  • Posso detectar se os usuários do grupo X estão conectados ao X?

39
xenoterracide

Para iniciar um programa gráfico na área de trabalho de um usuário, você precisa encontrar duas coisas: qual tela a área de trabalho do usuário está (o endereço) e qual cookie de autorização usar (a senha).

O comando a seguir deve listar as exibições locais nas quais o usuário está conectado (um por linha) na maioria das unidades:

who | awk -v user="$target_user" '$1 == user && $2 ~ "^:" {print $2}'

Encontrar o cookie de autorização é um pouco mais difícil. Você deve procurar o arquivo de cookie do usuário, que é ~/.Xauthority por padrão (tudo o que você precisa é o local do arquivo de cookies, não é necessário extrair o cookie). Isso funciona em muitos sistemas, mas não em todos; depende do gerenciador de exibição e de como é configurado, e em particular o Gdm (o padrão no Ubuntu) não usou o local padrão pela última vez que olhei. Não consigo pensar em uma maneira portátil de descobrir o arquivo X cookie real. A maneira mais precisa de descobrir é descobrir o detalhe do processo X e procurar o argumento para o -auth opção. Outra maneira é encontrar um processo em execução no servidor X e pegar sua variável XAUTHORITY environmentemnt. Se você tiver problemas para encontrar o arquivo de cookie, consulte Abra uma janela em um monitor X remoto (por que "Não é possível abrir o monitor")?

Depois de ter as duas informações, coloque a exibição escolhida na variável de ambiente DISPLAY, o arquivo de cookie de autoridade X escolhido na variável de ambiente XAUTHORITY e você estará definido. Não importa em qual usuário o programa é executado; combine com su se quiser.

24

Não posso tentar isso completamente, pois todas as minhas máquinas têm o root desativado.

Para descobrir em qual tela o usuário está, você pode usar o comando who. A última coluna de saída é geralmente o DISPLAY no qual o usuário está conectado. Algo assim pode ser usado para capturar apenas a tela (provavelmente existe uma maneira muito mais eficiente de fazer isso, fique à vontade para oferecer edições):

who | grep -m1 ^username.*\( | awk '{print $5}' | sed 's/[(|)]//g'

Em seguida, para ativar um comando gráfico X nessa exibição:

DISPLAY=:0 firefox &

onde: 0 seria substituído por qualquer exibição que você encontrasse no primeiro comando e o firefox seria substituído pelo comando que você deseja executar. Você pode colocar isso em um script do Shell e apenas usar uma variável.

A próxima parte é a parte que não testei, mas não vejo por que não deveria ser possível:

su username -c "DISPLAY=:0 firefox"

para iniciar o comando X como esse usuário.

11
Steven D

Você pode ver como isso é acido. Por exemplo. quando emite comandos xscreensaver ou apaga a tela de cada usuário que executa a sessão X ou X.

Por exemplo, no Ubuntu, este arquivo contém itens relacionados:

/etc/acpi/lid.sh

Contém este loop:

for x in /tmp/.X11-unix/*; do
    displaynum=`echo $x | sed s#/tmp/.X11-unix/X##`
    getXuser;
    if [ x"$XAUTHORITY" != x"" ]; then
        export DISPLAY=":$displaynum"
        grep -q off-line /proc/acpi/ac_adapter/*/state
        if [ $? = 1 ]
            then
            if pidof xscreensaver > /dev/null; then 
                su $user -c "xscreensaver-command -unthrottle"
            fi
        fi
        if [ x$RADEON_LIGHT = xtrue ]; then
            [ -x /usr/sbin/radeontool ] && radeontool light on
        fi
        if [ `pidof xscreensaver` ]; then
            su $user -c "xscreensaver-command -deactivate"
        fi
        su $user -c "xset dpms force on"
    fi
done
4
maxschlepzig

Uma extensão da resposta de Gilles é como encontrar o arquivo de cookie. Uma maneira de fazer isso pode ser depois que você definir a variável de ambiente DISPLAY (conforme descrito por Gilles), use strace para encontrar os arquivos xhost access. Eu posso pensar em algo assim no BASH:

# Set the DISPLAY variable first
DISPLAY = :0.0
# Use strace on xhost
strace xhost 2>&1 | grep access

A saída do código acima será semelhante a:

access("/etc/ld.so.preload", R_OK)      = -1 ENOENT (No such file or directory)
access("/home/someuser/.Xauthority", R_OK) = 0

Como você pode ver claramente, o arquivo de cookie aparecerá diretamente aqui.

1
Bichoy

Em minha pesquisa para encontrar uma maneira elegante de exibir tarefas GUI ou X em ambientes limitados, como regras do udev ou do superusuário, criei recentemente uma ferramenta para se ajustar a ela ( para obter mais detalhes ).

xpub é um script do Shell para obter as variáveis ​​do ambiente de exibição do X relacionadas ao TTY atual ou a um determinado TTY.

Este é um exemplo com uma regra do udev:

IMPORT{program}="/usr/bin/xpub", \
RUN+="/bin/su $env{XUSER} -c '/usr/bin/notify-send Hello'"

$env{ENV}: se o usuário atual do tty iniciar o X, remova-o.

O princípio é o mesmo para uma linha de comando usando export:

export $(xpub) ; su ${XUSER} -c 'notify-send Hello'
0
Thomas Venries